Uncategorized

Vereadores acompanham anúncio do repasse de 70% do abono do Fundeb à servidores da Semed

A comitiva de vereadores, liderada pelo presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador David Reis (Avante), acompanhou o anúncio do repasse de 70% do abono do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fundeb) aos servidores da Secretaria Municipal de Educação (Semed). “Estamos aqui para cumprir com o ofício da Câmara Municipal de Manaus, que é fiscalizar as ações da prefeitura. Não adianta estarmos no parlamento fiscalizando a distância, portanto, os vereadores aproveitam para parabenizar a prefeitura de Manaus. Os professores já terão esse reconhecimento e nós continuaremos vigilantes, como estamos desde o início desse décima oitava legislatura”, disse.

Professores e pedagogos vão receber R$ R$ 7.274,50 mil por cadeira de 20 horas de trabalho, com isso, aqueles que trabalham em regime de 40 horas semanais receberão R$ 14.494,99 mil, e os de 60 horas semanais R$ 21.742,49. A novidade é que profissionais da educação – professores, pedagogos e servidores administrativos -, que estejam fora da escola, na chamada área meio, também serão contemplados. O valor é 10% menor em comparação ao pagamento dos profissionais efetivos. O total do repasse será de mais de R$ 133 milhões.

Em seu discurso, David Almeida explicou que, o repasse do abono do Fundeb, destinado a 15.524 mil servidores será feito em parcela única, até 30 de dezembro de 2021. “Quando estive governador, eu tive a oportunidade de pagar o maior abono da história da educação do Estado. Lá, o recurso do Fundeb não pôde ser rateado com os servidores administrativos, porém, educação não se faz somente com o professor. Se faz com o merendeiro, com os administradores, vigias, com todos aqueles que participam do processo educacional, e eles também serão contemplados. Os profissionais da educação nunca tiveram isso. É o esforço que estamos fazendo para melhorar a gestão para os servidores públicos municipal”, enfatizou Almeida.

O presidente da Comissão de Educação da Câmara Municipal de Manaus (COMED/CMM), vereador Fransuá (PV), afirma que o repasse é também um incentivo aos profissionais da área. “Quando se fala em educação de qualidade, a gente precisa olhar a valorização daquele que faz a educação acontecer, que é o professor. Aliás, ele (professor) não está sozinho, tem milhares de pessoas que trabalham na secretaria e que todos os dias se esforçam para que a educação realmente cresça e melhore a sua qualidade no nosso município”, completou.

A vereadora professora Jacqueline (sem partido), ressaltou a importância do reconhecimento profissional. “Essa é a primeira vez que o professor grande como esse. Nossa categoria apesar de ser considerada a principal por ser responsável pela formação de outros profissionais, ainda há necessidade do reconhecimento financeiro. Mas, o Fundeb está compensando. Um professor de 60 horas receber mais de 21 mil, imagina, deve estar soltando fogos de alegria agora”, finalizou.

O anúncio do repasse do abono do Fundeb foi feito durante a solenidade de entrega do Centro Integrado Municipal de Educação (Cime) Lúcia Melo Ferreira Almeida, localizado no bairro Novo Aleixo, zona Norte. Os parlamentares fiscalizaram a estrutura da nova unidade de ensino. Mais de 1,3 mil alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental I serão atendidos pelo Cime.

O nome Lúcia Almeida, dado à unidade de ensino, é uma homenagem à falecida esposa do prefeito de Manaus, David Almeida. A obra é do projeto de Expansão e Melhoria Educacional da Rede Pública Municipal de Manaus (Proemem). Os recursos financeiros contam com financiamento parcial do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

%d blogueiros gostam disto: